Como criar um cocktail original em 10 passos

cocktail com limão

Um dos muitos segredos por de trás do sucesso de um excelente barman pode muito bem ser o facto de ter um cocktail original – uma criação exclusivamente sua. Com a melhor matéria-prima à sua disposição, muna-se de alguma criatividade, paciência para experimentar e, com estes 10 passos, crie um cocktail com a sua assinatura.

  1. Comece por idealizar, na sua cabeça ou numa folha de papel, o tipo de cocktail que gostaria de criar. Pense nos ingredientes, bebidas alcoólicas e não alcoólicas que mais aprecia e na melhor forma de as juntar.
  2. Junte tudo o que precisa e inicie o processo de experimentação, para poder afinar quantidades e misturas. É quase como cozinhar uma nova receita – com a prática vem a habilidade.
  3. Pense para além da bancada do bar: os cocktails mais surpreendentes são aqueles que contêm ingredientes inesperados. Sabia que o “Greenshake” utiliza leite? Uma boa “Margarita” não satisfaz sem a sua pitada de sal? A receita do “Bellinis” inclui açúcar? E que o “Caesars” requer algumas especiarias? Não tenha receio de experimentar – nunca se sabe o que conseguirá inventar!
  4. No entanto, também não tenha receio de utilizar técnicas tradicionais que, combinadas com ingredientes invulgares podem produzir um cocktail inovador; ou então, pode sempre recorrer a velhos clássicos como rum, vodka ou whisky e inovar na forma como o cocktail é preparado.
  5. Não se esqueça que um cocktail curto é composto por cerca de 113 ml, ou seja, 85 ml de ingredientes alcoólicos e não alcoólicos e cerca de 28 ml de água diluída, normalmente na forma de gelo.
  6. Um dos “ingredientes” mais importantes num cocktail é o equilíbrio: procure utilizar partes iguais de elementos doces e amargos, alcoólicos e não alcoólicos.
  7. Os cocktails que contenham sumos ou outros líquidos sem gás devem ser misturados num shaker apropriado; os cocktails que são compostos exclusivamente por álcool devem ser misturados manualmente com uma colher de bar apropriada.
  8. Utilize sempre sumos de fruta naturais, não recorra aos sumos instantâneos feitos com pó ou que requerem a adição de água.
  9. Adeqúe o gelo ao cocktail que está a criar, ou seja, cubos de gelo grandes e sólidos são o ideal para refrescar lentamente uma bebida sem a diluir em excesso. Por sua vez, os cocktails gelados requerem gelo picado, que possa ser facilmente incluído no shaker.
  10. Não se esqueça de pequenos e importantes detalhes como uma fatia de lima ou de limão que, esfregado na borda do copo e depois lançado para dentro do mesmo pode fazer a diferença entre um cocktail normal e um cocktail fora de série.
Gostou deste artigo?: